domingo, 10 de maio de 2009

Hummer








Hummer, a marca que surgiu da industria bélica, hoje produz jipões de luxo para clientes como Arnold Schwarzenegger, Mike Tyson e Romário.

Carros dizem muito da época em que foram projetados. Os modelos da marca Hummer, por exemplo, mostram ideais modernos da sociedade americana: são truculentos, vistosos, caros e gastam combustíveis como se não houvesse amanhã. Tudo começou com os jipões militares HMMWV (ou Hum-Vee), que fizeram fama na Guerra do Golfo Pérsico. Criaram uma versão civil chamada Hummer H1 e o sucesso foi imediato. O modelo é capaz de enfrentar loucos desafios todo-terreno e a sua maior limitação é o próprio tamanho. Os americanos estavam usando o H1 na cidade, o que motivou o lançamento de outros modelos com a marca Hummer: primeiro o H2 e posteriormente o H3. São jipões cheios de cromados e ainda muito grandes, mantendo o estilo truculento e robusto. Hoje, principalmente na Califórnia, é possível ver cantores de rap dirigindo os Hummer H2 com enormes rodas polidas e pneus de pérfil baixo. Que por sinal nada mais oposto ao fora de estrada. Os Hummers também aparecem em filmes de muita ação como "Independence Day"," A Rocha", "Inferno de Dante" e também em séries como "As Tartaruga Ninja". Algumas celebridades conhecidas também possuem o Hummer, Arnold Schwarzenegger e Mike Tyson compraram o jipão. Aqui no Brasil, o jogador de futebol Romário é dono de um Hummer H2 amarelo. A general moto comprou a fábrica da Hummer e quis fazer um modelo com perfil mais urbano. Nascendo então o Hummer H2, cheio de luxo e capaz de enfrentar terrenos difíceis. O Hummer H2 é um modelo lançado em 2002, e que por sua vez é o primeiro fruto da compra Hummer pela General Motors. Por fora se parece com uma grande caixa de sapatos, medindo 4,82 metros de uma ponta a outra. Além disso, é cheio de cromados e tem o interior tão luxuoso quanto o de um Grand Cherokee. No H1 o motor e transmissão ficam praticamente dentro do veículo, deixando os bancos expremidos ao lado, no H2 o projeto mecânico é mais convencional: seu chassi é do utilitário Chevrolet Suburban, alongado e reforçado. Desta forma, sobra espaço e seus bancos mais parecem poltronas e há ainda a opção de se pôr um assento extra no porta-malas. Com 2.909 quilos, o HummerH2 deveria ser lento. No entanto, com motor V8 6.0 a gasolina, com 316 cavalos, acoplado a um cambio automático, o jipe até que anda razoavelmente.. Claro que ele não vence a inércia com ímpeto esportivo como se fosse um Porsche. Quando embala, vai muito bem até 110 km/h - acima disso começa a flutuar. A suspensão macia também o faz adernar em curvas fechadas. O que ajuda a segurar o H2 é a versátil tração integral, com comandos por botões. Em condições normais, a tração é dividida em 40% na frente e 60% atrás. Com o diferencial central bloqueado, a tração passa a ser 50%/50%. Há ainda a reduzida e a reduzida só com o diferencial traseiro bloqueado. Estas seleções ainda podem ser combinadas com os dois modos de controle de tração. No total há sete opções que fazem o carro trafegar serelepe no asfalto, no gelo, na terra ou areia. Para ajudar na areia, há o sistema que permite esvaziar ou encher os pneus sem sair do jipe. Não é de se estranhar que, a cada parada, o motorista do Hummer H2 tenha que ouvir perguntas de curiosos e admiradores do jipe. Mas antes de desejar estar no lugar do motorista de um Hummer, saiba que o consumo desse contêiner sobre rodas é assustador. Na estrada fica entre 6 e 7 km/l, enquanto nas cidades a média é de 4 e 5 km/l de gasolina. Tal desperdício de combustível ( que gera pesada emissão de gases poluentes) tem sido alvo de muitas críticas de ambientalistas. O gasto no posto, porém, não deve ser grande problema para quem pode comprar o jipe. Mesmo nos Estados Unidos, este Hummer com roupagem civil é um modelo muito caro. Alguns chegavam ao Brasil por meio de importadores independentes e seus preços iam às alturas: aproximadamente US$125.000(em nossa moeda R$270.000). A seguir você acompanhará uma sequência de vídeos com o Hummer H1, H2 e H3.
video video video